Amanhã, às 18h serão apresentados os sambas concorrentes de 2009 e a empossada a nova diretoria da agremiação. A quadra fica na Dom Hélder Câmara, 2233, Jacarezinho.

Anúncios

Hoje, às 22h, será realizado a primeira seleção para o samba-enredo de 2009. Dos 14, apenas 12 passarão para a próxima fase.

Confira a relação das parcerias:
Samba 1: Jorjão, Jorge Roberto, Cláudio Piruzino

Samba 2: Renato Galo, China, J freitas, Touro

Samba 3: Altair, Condonga,Giovana Dias, Cleiton Ferreira, Meireles e Fernando de Lima

Samba 4: Carlinhos Bocão, Kléber, Dilson 374

Samba 5: Rubinho do Lins, Moisés, Jorge Portugal, Wesley 088, 051

Samba 6: Flávio Viana, Sidnei Good, Saintclair Cunha, Charles Braga, Paulo Zimmer e Augusto

Samba 7: Ubá-Ubá, William, Guilherme e Carlão

Samba 8: Pedro Paulo, Neca Bittar, Torres de Pilares e Márcio Roberto

Samba 9: João Banana

Samba 10: Esmael de Lima e Emir Coral

Samba 11:Isaias Poeta, Ney do Pagode, J Moreira, Jangada e Isaac

Samba 12: Vivaldo do Lins, Marcio, Sylvio,Silvano, Gerson e Magnata

Samba 13:Cosme Santanna, Décio Cordeiro, Dunga, Zé Carlos Vianna e Aquivelson

Samba 14: Nilo Doutor e Nilson Dentista

A escola dará 15 mil reais ao autor da composição campeã para o enredo “Do Rio Grande do Sul ao Rio de Janeiro – a Inocentes Canta: Brizola, a Voz do Povo Brasileiro”.

 

A data para entrega do samba será dia 31 de julho, na quadra da escola, que fica na Avenida Boulevard 1.741, São Vicente, Belford Roxo. Os compositores devem levar a música gravada em dois CDs e 20 cópias da letra. A apresentação será no dia 17 de agosto.

Foi Mauricio de Paula entrar caracterizado para receber sua premiação por destaque performático, com o samba-enredo da verde-e-branco de fundo, que todos cantaram a música com ele, em um coro emocionante. Sua paixão pela escola é tamanha que até os olhos eram verdes.

Das quatro opções de enredo para 2009, Tê está em dúvida entre dois: O Mundo de barro do Mestre Vitalino (Carnaval de 77), desenvolvido pelo carnavalesco Geraldo Cavalcante e samba-enredo de Biel Reza Forte; e O misticismo da África no Brasil, (Carnaval de 71) com samba de Marinho da Muda, João Quadrado e Wilmar Costa, e que já foi cantado por Clara Nunes.

Elisa Santos – Colunista – O samba, gênero mais popular da nossa música brasileira, nasceu nas casas das Tias Baianas, na Praça XV, também conhecida por Pequena África, no coração da cidade do Rio de Janeiro. O primeiro samba gravado foi Pelo Telefone da autoria de Donga e Mauro de Almeida, em 1917, que subiu os morros na voz das bambas e, a partir de 1930, ocupou as rádios com enorme sucesso.

 

São inúmeros os subgêneros e variações do samba: samba-enredo, samba-canção, samba de breque, samba-choro, samba-exaltação, samba de partido alto, entre outros…

 

Cada um deles representa, a seu modo, as diferentes maneiras de compor, tocar e cantar  uma das mais expressivas formas de representação da nossa cultura brasileira. Sambas que fazem sucesso ate os dias de hoje: Com que roupa (Noel Rosa), Aquarela do Brasil (Ary Barroso), As rosas não falam (Cartola) e muito mais…

 

Salve o Samba Brasileiro!!!