Foi enterrado hoje, no Cemitério do Cacuia, o intérprete Aroldo Melodia, 78 anos, também conhecido como Aroldo Forde. O puxador faleceu ontem de madrugada, de falência múltipla dos órgãos.

A escola de samba mirim Mangueira do Amanhã se apresentará no II Festival Afro-Brésilien Kilombo, de música, dança, percussão e capoeira que será realizado nos dias 05 e 06 de julho, na cidade de Aigrefeuille-d’Aunis, França. A delegação será composta da presidente da Mangueira do Amanhã, Helcy Gonçalves da Silva, filha de D.Neuma, do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Iuri e Maria Clara, do intérprete Tauã, do cavaquinho, Alan e duas princesas.

 

Para animar o público e convidados, a Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro escalou a Velha Guarda do Império Serrano, Bruno Maia e as Meninas da Serrinha – componentes do grupo Jongo da Serrinha.  

 

 

 

Em homenagem a Jamelão, os baluartes cantaram “Exaltação à Mangueira”, que ao fim da execução foi bastante aplaudida.

O fechamento do evento ficou por conta da bateria do Império Serrano e sua rainha, Quitéria Chagas.

 

 

 

 

 

No próximo domingo, 29, às 14h, a Delírio da Zona Oeste faz sua primeira festa junina. E atenção marmanjos de plantão: a noiva será a rainha de bateria, Carol Agnelo.

Quem for, poderá apreciar um delicioso caldo verde e outros quitutes e brincadeiras típicas da roça. Além disso, escolas co-irmãs também terão barraquinhas: a Acadêmicos da Abolição a do churrasquinho, e a União de Guaratiba – que em 2009, após três anos, volta a desfilar na Intendente Magalhães – a da sopa de ervilha.

E para quem gosta de sambar no pé, pode ficar calmo: o intérprete da escola, Nascimento, Mestre Rodrigo Chocolate e seus ritmistas, se apresentarão durante a festa.

A quadra da agremiação fica na Rua Campo Grande, 08, em Campo Grande.

No dia 21, sábado, às 21h, a escola apresentará o tema de seu desfile de 2009, Heitor dos Prazeres: Carioca da Gema, um artista de corpo e alma. Também serão anunciados os novos contratados: Edmilton Dibem (intérprete),  Flávim Campelo (carnavalesco), Mônica e Felipe (1º casal de mestre-sala e porta-bandeira), e Bali, Tabaco e Zé Mário (comissão de bateria).

 

O evento será realizado na Rua Equador, 250, Santo Cristo.

Segundo fontes, o intérprete Aroldo Melodia, 78 anos, já respira sozinho, e por isso, será transferido hoje, do Centro de Tratamento Intensivo para um quarto do Hospital São Vicente, em Duque de Caxias.

Aracy de Almeida – 1914/1988: A Realidade do Samba é o tema da mostra em memória aos 20 anos de morte da cantora. E contará com acervos recolhidos junto ao Jornal Tribuna da Imprensa, Associação Brasileira de Imprensa e pessoais das famílias de Grande Otelo, Maria Pompeu, entre outras.

 

Na exposição será lançado um livreto gratuito, com trechos de entrevistas da intérprete e depoimentos de Cristina Buarque, Olívia Byngton, Ana de Hollanda, Eliane Faria, Maria Bethânia e Caetano Veloso.

 

A mostra vai do dia 3 de junho a 31 de julho, na Sala Carlos Couto, anexo do Teatro Municipal de Niterói (Rua XV de Novembro, 35 – Centro).

 

Este vídeo é uma canja da cantora interpretando com Wilson Simonal “Com Que Roupa?”.