O ministro de Promoção de Políticas da Igualdade Racial, Edson Santos anunciou, em entrevista coletiva, que até amanhã entregará ao Supremo Tribunal Federal documento em defesa das cotas para negros nas universidades e no Programa Universidade para Todos (ProUni). E também afirmou que parte dos 113 signatários do manifesto contrário à implementação da cotas vão retirar sua assinatura.

Anúncios