Elisa Santos – Colunista – O samba, gênero mais popular da nossa música brasileira, nasceu nas casas das Tias Baianas, na Praça XV, também conhecida por Pequena África, no coração da cidade do Rio de Janeiro. O primeiro samba gravado foi Pelo Telefone da autoria de Donga e Mauro de Almeida, em 1917, que subiu os morros na voz das bambas e, a partir de 1930, ocupou as rádios com enorme sucesso.

 

São inúmeros os subgêneros e variações do samba: samba-enredo, samba-canção, samba de breque, samba-choro, samba-exaltação, samba de partido alto, entre outros…

 

Cada um deles representa, a seu modo, as diferentes maneiras de compor, tocar e cantar  uma das mais expressivas formas de representação da nossa cultura brasileira. Sambas que fazem sucesso ate os dias de hoje: Com que roupa (Noel Rosa), Aquarela do Brasil (Ary Barroso), As rosas não falam (Cartola) e muito mais…

 

Salve o Samba Brasileiro!!!

 

Anúncios