Nesta quinta-feira, o Sesc de Madureira foi palco do primeiro dia do seminário SZeca da Cuãaamba, Patrimônio Cultural do Brasil. O evento, realizado em comemoração pela titulação do samba do Rio de Janeiro como patrimônio cultural do país, pelo Iphan, visa promover a discussão e difusão de suas formas matriciais: partido-alto, samba de terreiro Ministro Edson Santos ao lado da Dra Helena Theodoroe samba-enredo. 

O seminário, organizado pelo Centro Cultural Rei MomoCartola, contou com a presença do sambista Monarco, do compositor Zeca da Cuíca, do também compositor e escritor, Nei Lopes, do jornalista, Sérgio Cabral, da Doutora em Filosofia, Helena Theodoro, do Rei Momo Alex Oliveira e do ministro de Igualdade Racial Edson Santos.  

Fotos de Zezzinho Andrady

Veja o cronograma do seminário Samba, Patrimônio Cultural do Brasil: 

Dia 04 de Abril

SESC Madureira – Rua Ewbanck da Câmara, 90 – Madureira  

13h – Apresentação do documentário: “Matrizes do Samba do Rio de Janeiro “ 

14h – Mesa 3 – Samba: memória, tradição e mudança

João Baptista Vargens – História de ouvir contar: a transmissão da arte do samba de geração para geração

Tantinho – A importância de recolher tesouros perdidos do samba do RJ

Claudia Marcia – Registro e Salvaguarda do patrimônio imaterial: limites e desafios

Mediador: Lygia santos(30 minutos para debate com sambistas e público) 

Intervalo

 17h – Titulação do Samba do Rio de Janeiro:  Como ? Por quê? Pra quê ?

Relatores: Nilcemar Nogueira; Aloy Jupiara; Claudia Marcia; Renata Melo 18h – Entrega dos Títulos  

Dia 05 de Abril

Centro Cultural Cartola  – Rua Visconde de Niterói, 1296 – Mangueira 

14h – Lançamento do catálogo “Samba patrimônio cultural do Brasil”

Anúncios